Montar SquadSolicitar Orçamento

Blog

Nossas últimas novidades
Tempo de Leitura
8
min

As principais tendências tecnológicas para 2021, segundo Gartner

Estudo indica que inteligência artificial, segurança cibernética e soluções de Big Data são algumas das principais tendências; saiba mais
January 04, 2021

Visão geral:

* Estudo apresentado pelo Gartner aponta quais são as principais tendências tecnológicas para 2021;

* Inteligência artificial, Blockchain, Acessibilidade Digital e soluções para Big Data podem ter avanços significativos neste ano;

* O mercado de aplicativos também deve crescer em 2021; Brasil é destaque entre países emergentes.

-

Um recente estudo realizado pelo Gartner apresentou ao mundo quais serão as principais tendências tecnológicas para 2021.

Após um ano turbulento, principalmente em relação à tecnologia 5G, o próximo ano deve desenvolver ainda mais o uso dessa internet de alta velocidade em questões que envolvem segurança digital, soluções em nuvem e inteligência artificial, por exemplo.

Apesar da projeção dessas tendências terem se repetido nos últimos anos, a consolidação e a chegada da tecnologia 5G em um número maior de países em 2021 aumenta a taxa de sucesso no desenvolvimento dessas novas tecnologias.

A promessa é que, em um futuro próximo, um grande número de dados esteja em transmissão a todo momento, seja para transformar sua casa em uma casa inteligente, para desenvolver a capacidade da inteligência artificial nas empresas do Vale do Silício ou até mesmo para aumentar a segurança cibernética das redes.

A pesquisa realizada pelo Gartner aponta ainda que a automação de processos industriais deve ser ainda maior e também prevê uma grande evolução na questão da acessibilidade digital.

Quer saber mais sobre quais são as tendências tecnológicas para os próximos anos?

Afinal, como anda o mercado de aplicativos mobile? Há tendência de crescimento?

Eu te respondo essas e outras questões mais abaixo. Confira!

Quais são as principais tendências tecnológicas para 2021?

1. Big Data e Analytics

Uma das principais tendências para 2021 é o desenvolvimento mais específico e completo de soluções voltadas para Big Data.

Consolidado nos últimos anos, o uso das redes sociais movimentou uma infinidade de dados de usuários na rede, permitindo gerar análises e relatórios consistentes, de modo a melhorar a experiência do usuário, aumentar a produtividade das empresas, além de ajudar a tomarem decisões de negócio mais inteligentes.

De acordo com o Gartner, a previsão é que até 2025 esse número de dados seja ainda maior, indicando uma necessidade ampla do desenvolvimento de novas tecnologias.

Com isso será possível organizar essas informações não-estruturadas com maior velocidade e assertividade.

Mas, como isso é feito?

A partir do momento em que um usuário acessa um portal na internet, seja rede social ou um simples site, seus dados são armazenados no banco de dados da empresa, de modo que ela possa entender qual o perfil de usuário.

Esses dados podem ser utilizados também para informar e alertar a população via telefone e SMS, como acontece no caso de fenômenos naturais.

Aliás, essas soluções baseadas em Big Data permitem até mesmo o funcionamento do recurso de rastrear encomendas, tão utilizado atualmente.

2. Reconhecimento facial

Outra tendência tecnológica que deve ter uma evolução significativa em 2021 é o reconhecimento facial.

Já presente em diversos aplicativos e sistemas operacionais, essa tecnologia é fundamental para a segurança dos usuários em relação aos seus dispositivos inteligentes.

Assim como a biometria havia sido implementada em smartphones e tablets, - e até mesmo nas urnas eletrônicas -, a tendência é que essa tecnologia passe a fazer parte do nosso dia a dia muito em virtude da chegada do 5G, que garante uma velocidade maior na transferência desses dados.

Outro fator importante para implementação desse recurso é a questão da chegada da pandemia. Para evitar o contágio entre as pessoas, muitos dos recursos que utilizavam biometria não puderam ser utilizados.

Para solucionar esse problema, desenvolver ainda mais sistemas com reconhecimento facial é essencial.

Aliás, ter câmeras de segurança inteligentes que possuem esse recurso mais refinado garante aumentar a segurança da população de grandes centros urbanos.

3. Soluções em nuvem

De acordo com o relatório divulgado pelo Gartner, a consolidação da computação em nuvem é mais uma tendência tecnológica para os próximos anos.

Porém, ela deve ganhar uma característica diferente do que conhecemos atualmente: a chamada Nuvem Distribuída.

Esse modelo de negócio é caracterizado pela distribuição de serviços em nuvem para diferentes localidades geográficas, tudo feito pelos provedores de nuvem pública.

Dessa forma, os serviços não ficam presos a um único data center e passam a ser gerenciados em um número muito maior de servidores, acelerando a conectividade entre computador-servidor e todos os processos que precisam que esse serviço seja ágil.

A previsão é de que até 2025 grande parte da computação em nuvem privada seja substituída pela pública sem que haja comprometimento na qualidade. 

Outro estudo - agora realizado pela Statista - projeta que os investimentos em computação em nuvem irão ultrapassar US$ 350 bilhões até 2022, representando, assim, uma grande tendência de aumento para os próximos anos.

4. Segurança cibernética e blockchain

Assim como o esperado, o desenvolvimento da segurança cibernética é outra tendência.

Muito em virtude dos recentes casos de ataques a grandes empresas e pelo grande número de vazamentos de dados que aconteceram nos últimos meses, é esperado que as gigantes do setor possam aumentar a segurança das suas redes.

Um dos fatores que causaram esse aumento significativo foi a implementação do regime home office pelas empresas. Com os profissionais se conectando de forma descentralizada, os criminosos possuem mais facilidade em invadir redes corporativas.

O que prova essa fragilidade foi uma pesquisa realizada pela GetApp. De acordo com o relatório, aproximadamente um terço das empresas foram vítimas de ataques por ransomwares no último ano, uma espécie de sequestro de dados.

Além do desenvolvimento da segurança cibernética, os investimentos em blockchain também são uma tendência para os próximos anos.

Essa tecnologia ficou bastante conhecida por manter dados de transações em BitCoin em segurança, mas, agora, já está sendo implementado por grandes empresas do varejo, por exemplo, como Amazon e Walmart.

De acordo com o estudo do Gartner, é esperado que, nos próximos anos, o blockchain seja combinado com inteligência artificial e Internet das Coisas (IoT), trazendo uma confiabilidade ainda maior para a segurança dos usuários.

5. Inteligência artificial

Falando em inteligência artificial, essa tecnologia deve ganhar ainda mais recursos em 2021, principalmente pela chegada do 5G em grande parte dos países.

Com a presença de uma alta velocidade de conexão, a tendência é que o machine learning e a inteligência artificial possam ter uma evolução significativa e bastante proporcional à chegada da tecnologia de rápida transferência de dados.

Consequentemente, projeta-se que será possível “ensinar” às máquinas como combater ataques cibernéticos com maior precisão e sem comprometer recursos da empresa, garantindo também uma maior segurança aos dados dos usuários.

Além disso, estudos recentes afirmam que será possível até mesmo prever os ataques com certo tempo de antecedência, tendo como base padrões de ataques anteriores e a alta velocidade do sistema na execução dos cálculos.

Apesar de toda essa estrutura demandar bastante investimento por parte das empresas, a tendência é que aconteça, já que, posteriormente, o retorno financeiro tende a ser interessante.

6. Acessibilidade digital

Pouco pautada em discussões que envolvam tecnologia, a acessibilidade dos meios digitais é fundamental e também faz parte das tendências tecnológicas para os próximos anos.

Nesse caso, deve ser comum que as grandes desenvolvedoras de software e de dispositivos inteligentes invistam em trazer mais recursos para quem precisa de acessibilidade, seja visual, sonora ou de mobilidade.

Mas como podemos afirmar que isso se trata de uma tendência?

Um estudo recente feito pela Organização Mundial da Saúde (OMS) apontou que, até 2030, 2 bilhões de pessoas precisarão de acesso a pelo menos uma tecnologia assistencial.

Esse número pôde ser calculado com base nos números que temos atualmente.

Globalmente falando, 15% da população possui algum tipo de deficiência, tendo acesso restrito a empregos mais específicos e à educação, por exemplo.

Com o aumento dos investimentos em acessibilidade e, principalmente em inteligência artificial, um número maior de pessoas com deficiência pode ser empregada, já que as máquinas poderão auxiliar em determinados processos.

7. Automação de processos

Pegando um gancho do tópico anterior, a automação de processos também é uma tendência tecnológica projetada pelo Gartner.

Já sendo desenvolvido nos anos anteriores, a chegada do 5G também deve afetar esse setor da tecnologia, principalmente quando citamos fábricas e indústrias.

Com uma rápida conexão, é possível desenvolver um volume muito maior de produtos - e em menor tempo - por conta da automação dos processos robóticos.

É claro que muitas empresas ao redor do mundo já possuem esse tipo de tecnologia, porém, ainda se trata de equipamentos com custo muito elevado, o que dificulta empresas menores.

Com a consolidação da automação, é esperado que os valores sejam reduzidos e se tornem mais acessíveis.

Principalmente com a chegada do isolamento social, surgiu a necessidade que esses investimentos sejam feitos e que o digital seja priorizado, evitando o contato entre as pessoas e se tornando um modelo de negócio escalável. 

8. Multi Experiência

Para finalizar, de acordo com o Gartner, grande parte das tecnologias que passarão a existir futuramente terão como base a melhor experiência possível aos usuários: a chamada multi experiência.

De acordo com o estudo, é esperado que soluções de realidade virtual e aumentada sejam desenvolvidas em maior número e sejam ainda mais completas, assim como questões relacionadas ao design UX e UI, que passarão a ter uma importância ainda maior no desenvolvimento de sistemas e aplicações.

Toda essa evolução tende a aumentar a interação entre usuário e produto digital de uma maneira mais completa, imersiva e acessível.

Atualmente, grande parte dos aplicativos que utilizamos já são voltados para a experiência do usuário, como iFood, Uber e Rappi. Porém, o número total de aplicações ainda pode ser considerado baixo.

O mercado de aplicativos móveis também deve se expandir em 2021!

Além do avanço de tecnologias emergentes, o mercado de aplicativos móveis deve se aquecer consideravelmente nos próximos anos.

Um dos fatores para a adoção das empresas aos apps está na facilidade e praticidade dos seus clientes acessarem serviços, já que, atualmente, grande parte da população mundial possui um smartphone com acesso à internet.

Além disso, o que comprova esse crescimento no mercado de aplicativos é uma pesquisa realizada pela Pew Research. De acordo com o relatório, a indústria de apps deve movimentar US$ 6,3 trilhões até o final de 2021 em todo o mundo.

Dentro desse número, o Brasil se destaca entre os países em desenvolvimento, já que, em média, o brasileiro passa cerca de três horas por dia utilizando aplicativos. Esse aspecto motiva e incentiva ainda mais os investimentos na área.

Esse crescimento se dá também pela otimização dos aplicativos em seu desenvolvimento, trazendo responsividade em smartphones, tablets e notebooks, e também fluidez para esses dispositivos.

Além disso, é importante sempre otimizar os apps em suas lojas virtuais, seja na App Store ou na Play Store.

Mas, você sabe por onde começar? O que fazer para ter o seu próprio aplicativo?

Acesse nosso e-book e tire suas principais dúvidas sobre como funciona o desenvolvimento de um software e aplicativo.

    Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter

Posts semelhantes

Tempo de Leitura
2
min
O que é Front-end e Back-end?

Acelere a sua empresa com a X-Apps

Alocar profissionaisSolicitar Orçamento
A X-Apps é um provedor de TI parceiro e aconselhada pelo
Receba nossos e-mails
Siga nossas redes sociais
O seu time de TI. Desenvolvimento de software sob demanda e alocação de profissionais.
Vamos conversar?
comercial@x-apps.com.br11 5083-0122

Rua Rodrigo Vieira, 126

Jardim Vila Mariana. São Paulo, SP.

CEP: 04115-060

Mapa do site
Termos de serviçoTermos de privacidade
Available in English