3 Dicas para incentivar a inovação em TI corporativa

Quando os primeiros computadores surgiram, ocupando salas ou até edifícios inteiros, ninguém negava o potencial de toda aquela novidade. As apostas se cumpriram e, hoje, o objetivo de um hardware gigantesco pode ser cumprido em um pequeno gadget que cabe dentro do bolso – e quase funciona como um órgão fora do nosso corpo.

Essa é a principal razão pela qual você deve incentivar a inovação em TI corporativa sempre que tiver a chance de fazer isso: não adianta achar que estamos lidando com os mesmos aparatos e softwares de quando tudo isso era novidade. Os tempos mudam, as programações mudam, porque a necessidade do mundo muda.

E só está seguindo a tecnologia no ritmo correto quem é capaz de, com boas ações, incentivar a inovação em TI corporativa.

A pergunta que muita gente se faz quando dá conta desse fato é, justamente: “como fazer isso?”.

Como incentivar a inovação em TI corporativa a partir de agora

Existe um cálculo conhecido como “Lei de Moore” que foi cunhado em 1965 e diz que o poder de processamento dos computadores – no que diz respeito à informática em geral, e não apenas dos que temos em casa – dobra a cada 18 meses.

Se não está 100% correta em relação aos fatos, a Lei de Moore pelo menos nos dá uma boa ideia de como a velocidade da inovação é muito maior do que poderíamos supor. E, olhando por esse lado, incentivar a inovação em TI corporativa é mais do que uma forma de acompanhar os passos tão ágeis dessas mudanças: é uma obrigação ética de quem quer se prestar a servir da melhor forma possível na área de tecnologia.

Se você trabalha na área da informação ou faz a gestão de uma empresa que tem nessa área as principais ferramentas de crescimento e lucratividade, veja algumas dicas para incentivar a inovação em TI corporativa e não ficar para trás – nem em relação aos concorrentes e nem ao próprio tempo em que vivemos.

  1. Ir para a nuvem

Quando uma empresa ainda está na era dos servidores locais, salas de data center nos porões da empresa e muitos gastos com energia e manutenção de equipamentos, fica difícil imaginar, nesse cenário, as possibilidades de incentivar a inovação em TI corporativa.

É preciso ir para a nuvem para que essa inovação comece a acontecer e novas linhas de desenvolvimento sejam possíveis, principalmente as que dependem de disponibilidade sem qualquer possibilidade de interrupção.

  1. Buscar a excelência na especialização

Para incentivar a inovação em TI corporativa, é preciso se atentar às equipes que trabalham no olho do furacão: elas dispõem de tempo e recursos para reciclar seus conhecimentos?

Uma das razões pelas quais as fábricas de software fazem tanto sucesso hoje em dia é porque elas contam com colaboradores sempre alinhados às mudanças dentro de suas áreas do conhecimento, o que facilita a vida do cliente final em confiar no trabalho bem feito.

Se você não quer abrir mão da sua equipe interna, lembre-se de incentivar a inovação pela excelência, arcando com cursos e eventos que o time possa fazer para superar seus limites atuais.

  1. Viver o compartilhamento

As APIs estão aí pra provar que, definitivamente, não dá para incentivar a inovação em TI corporativa ou almejá-la para a empresa se não falarmos a palavra da vez, que é “compartilhamento”.

Códigos abertos, possibilidades de implementação em inúmeras frentes e softwares que agregam as necessidades dos clientes finais em um só lugar são o futuro da TI – e é fácil ter certeza disso pois suas raízes já estão fincadas aqui no presente.

Sem o compartilhamento é impossível sonhar com possibilidades gigantescas para os trabalhos que hoje são desenvolvidos. Quem quer ser grande, mesmo, vai precisar se adaptar a essa realidade.

Fechar Menu
Close Panel