Montar SquadSolicitar Orçamento

Blog

Nossas últimas novidades
Tempo de Leitura
9
min

Como o 5G mudará os aplicativos móveis para sempre

Nova tecnologia promete alta velocidade na transferência de dados e pode revolucionar diversos setores da tecnologia, incluindo aplicativos móveis; saiba mais
December 24, 2020

Visão geral:

* A Qualcomm Ventures - gigante do setor de dispositivos móveis - investiu, recentemente, em quatro novas startups com foco em 5G;

* Tecnologia 5G apresenta velocidades muito maiores do que o atual 4G e promete modificar a forma como utilizamos aplicativos móveis;

* Disponível em diversos países, a tecnologia só deve chegar ao Brasil em meados de 2021 ou no início de 2022.

-

Com o alto investimento feito pela Qualcomm Ventures nos últimos meses, é certo que a tecnologia 5G deve revolucionar os aplicativos móveis para sempre. A gigante do setor mobile investiu, recentemente, em quatro novas startups de tecnologia que têm como foco o 5G: a Celona, a Cellwize, a Azion e a Pensando.

O objetivo da Qualcomm com esses investimentos é bem claro: impulsionar ainda mais o desenvolvimento da tecnologia móvel e da estrutura do 5G, permitindo ser capaz de suportar uma grande quantidade de usuários e dispositivos móveis simultaneamente em um futuro próximo.

Aliás, não é de hoje que esses investimentos acontecem. De acordo com dados do Crunchbase, a empresa já investiu mais de US$ 170 milhões no desenvolvimento do 5G, indicando bons frutos após a consolidação da tecnologia nos próximos anos.

Mas, afinal, o que realmente muda com a chegada do 5G? Qual a importância da implementação dessa nova tecnologia? Confira a seguir!

Conhecendo um pouco mais sobre o 5G…

A essa altura você já deve ter ouvido (ou lido) em diversos portais de notícias a respeito da chegada do 5G ao Brasil.

Porém, você sabe do que realmente se trata essa tecnologia?

Bom, desde os primeiros lançamentos de smartphones foi preciso desenvolver uma tecnologia que pudesse trazer internet a esses dispositivos, já que as vendas não paravam de aumentar e ter internet em um celular era sinônimo de praticidade.

Aliás, ainda é!

O 5G é a evolução das gerações anteriores, chamadas de 3G e 4G.

Se com a chegada do 4G em 2009 tivemos uma grande mudança na forma de se comunicar, a presença do 5G promete não apenas uma alta velocidade de internet, mas também uma revolução na sociedade. 

O motivo dessa expectativa se dá principalmente pela promessa de uma inteligência artificial ainda mais completa e também pelo grande número de dispositivos conectados simultaneamente.

Segundo especialistas, o 5G permitirá que mais de 1 milhão de dispositivos se conectem por metro quadrado. Aliás, a ideia é que tudo esteja conectado, como celulares, carros, câmeras de segurança, entre outros eletrônicos.

Como o 5G mudará os aplicativos móveis?

A chegada da tecnologia 5G deve trazer mudanças significativas na forma como utilizamos os aplicativos móveis. Com a velocidade de transmissão de dados que temos hoje em dia, um aplicativo precisa ter uma estrutura de desenvolvimento um pouco menos complexa e mais leve para funcionar corretamente.

Um dos grandes motivos para isso acontecer é que, em algumas regiões, a internet ainda pode ser um pouco lenta e não responder da forma ideal a apps que foram desenvolvidos com esse tipo de estrutura, prejudicando uma parcela de usuários e diminuindo a satisfação do cliente.

Com as altas velocidades prometidas pela nova tecnologia, os aplicativos podem ser ainda mais estruturados e com um número maior de funcionalidades, fortalecendo a inovação.

Um dos grandes exemplos disso foi a chegada da rede móvel 4G. Na época, com o início dessa nova tecnologia, novos jogos e aplicativos móveis puderam ser desenvolvidos, como Instagram, Facebook, Twitter e muitos outros que, atualmente, fazem parte do nosso cotidiano.

Além disso, a chegada do 5G acontece juntamente com a produção de novos produtos voltados à tecnologia. Dispositivos inteligentes, smartphones e outros aparelhos precisarão ser ainda mais completos, de modo a suportar altas velocidades de conexão e oferecer a melhor experiência possível aos usuários.

Para ilustrar melhor alguns dos setores que possuem tendência de desenvolvimento, nós falamos um pouco mais nos tópicos abaixo:

1. Transferência de arquivos

A principal mudança nos aplicativos móveis com a chegada do 5G é na velocidade de transferência de dados.

Atualmente, com grande parte dos nossos serviços diários podendo ser executados via app, será ainda mais fácil e rápido baixar documentos, utilizar os serviços em nuvem e até mesmo fazer transferência bancárias.

O desenvolvimento de uma tecnologia de dados ainda mais veloz permite expandir a capacidade e o limite técnico que os servidores encontram atualmente, além de proporcionar uma evolução tecnológica e inovadora para o desenvolvimento de novas startups e modelos de negócio.

Para efeito de comparação, segundo estudo recente feito pela Qualcomm, o 4G utilizado atualmente no mundo todo suporta uma velocidade de conexão que pode chegar a até 60 Mbps em cidades com grande volume populacional.

A chegada do 5G garante um salto extremamente significativo, possibilitando conexões de até 3 Gbps em metrópoles e megalópoles.

Para se ter uma noção ainda maior, a ideia é que, com o 5G, as áreas mais afastadas de uma cidade possam ter acesso a até 100 Mbps de velocidade, superando com folga o atual 4G encontrado em grandes centros econômicos.

Se para uso doméstico as velocidades já são impressionantes, imagina o que poderá ser encontrado nas sedes das empresas responsáveis por inovação e tecnologia, como as localizadas no Vale do Silício, por exemplo.

2. Experiência de uso

Juntamente com o aumento da velocidade de transferência de dados está a melhor experiência de uso dos usuários.

Com uma velocidade maior de internet, os aplicativos móveis terão um menor tempo de carregamento de suas funcionalidades e poderão ser visualmente mais completos e imersivos aos usuários.

Essa mudança afeta positivamente principalmente setores como o de design UX e UI.

Em empresas de desenvolvimento de software, com um menor tempo de latência proporcionado pelo 5G, a produção de peças visuais mais elaboradas poderá ser feita sem “pesar” na estrutura de desenvolvimento de um aplicativo, trazendo uma maior personalização de interface aos clientes.

3. Aplicativos de streaming

Os aplicativos de streaming também tendem a ganhar uma melhora significativa na transmissão de dados. Fazendo parte do nosso dia a dia na questão do entretenimento, com a chegada do 5G, será possível exibir imagens com uma qualidade ainda maior e de forma mais rápida.

Se você possui uma conexão 4G eficiente, transmitir imagens em 4K em aplicativos móveis não deve ser uma tarefa tão complicada.

Entretanto, essa não é a realidade em muitos países.

Com uma maior velocidade de internet móvel, será comum assistir filmes e séries com resolução 4K e com altas taxas de quadros por segundo em nossos smartphones, tablets e outros dispositivos móveis.

Essa mudança na estrutura da internet como conhecemos pode também acabar com os chamados “delays” em lives e em chamadas de vídeo e de voz. Recursos estes que foram amplamente utilizados em dispositivos móveis no ano de 2020 e passarão a ter uma melhor qualidade, tanto de reprodução quanto de transmissão. 

Além disso, toda essa velocidade de conexão abre precedente para que grandes empresas possam aprimorar e desenvolver novas funcionalidades em seus aplicativos móveis voltados à produtividade, que passaram a fazer parte do nosso cotidiano após adesão ao regime home office.

4. Realidade aumentada e virtual

A melhora da conexão com a internet pode afetar também recursos como os de realidade aumentada e realidade virtual.

Apesar de já existirem uma série de aplicativos móveis que utilizam essas funcionalidades, essa tecnologia ainda não se popularizou e não faz parte do nosso cotidiano. 

Um dos grandes motivos disso é justamente a baixa velocidade na transferência de dados e de informação, visto que o atual 4G não é tão atrativo e adequado para criar uma experiência realmente imersiva aos usuários.

A chegada do 5G pode trazer novamente a ideia de que será possível termos realidade aumentada e realidade virtual de forma mais acessível e rotineira, principalmente na criação de novas ferramentas e funcionalidades.

Além disso, isso pode permitir até mesmo o uso da tecnologia em ambientes profissionais e em prol do desenvolvimento social, como o uso dessas tecnologias na educação, por exemplo, ou até mesmo na área da saúde.

Resumidamente falando, a velocidade oferecida pelo 5G garante uma experiência mais realista, mais confiável e com desempenho em aplicativos móveis muito acima do encontrado atualmente.

Com isso, é garantido o aumento do índice de investimentos na área e o desenvolvimento orgânico do setor.

5. Machine learning e inteligência artificial

O mesmo acontece em relação ao machine learning e ao uso da inteligência artificial. Atualmente, uma das grandes preocupações das empresas tem sido garantir a segurança digital em seus aplicativos móveis e dos dados de seus clientes.

Principalmente após inúmeros casos de vazamentos ocorridos nos últimos anos e com a criação de algumas duras leis, é certo que o investimento dessas empresas deve ser alto futuramente.

A presença da tecnologia 5G facilita todo esse processo. Com a presença de uma alta velocidade de conexão, o machine learning e a inteligência artificial terão uma evolução significativa e proporcional à chegada da tecnologia de rápida transferência de dados.

Consequentemente, será possível “ensinar” às máquinas como combater ataques cibernéticos com maior precisão e sem comprometer recursos da empresa, garantindo uma maior segurança dos aplicativos móveis.

Além disso, estudos recentes da Universidade Cornell, de Nova Iorque, afirmam que será possível até mesmo prever os ataques com certo tempo de antecedência, tendo como base padrões de ataques anteriores e a alta velocidade do sistema na execução dos cálculos.

Claro que toda essa estrutura, num primeiro momento, demanda bastante investimento por parte das empresas. Entretanto, posteriormente, o retorno financeiro tende a ser interessante.

6. Internet das Coisas (IoT)

Por último - e já recorrente em nosso dia a dia -, está a evolução e consolidação da Internet das Coisas (IoT), principalmente em relação aos aplicativos móveis. A chegada do 5G garante que mais dispositivos inteligentes estejam conectados entre eles e seu smartphone, por exemplo.

Além disso, com um tempo de resposta menor oferecido pelo 5G, o funcionamento desses sistemas comunicacionais será ainda mais ágil do que é atualmente, aumentando a eficiência e a otimização dos recursos.

Com essa alta capacidade, será possível implementar a Internet das Coisas (IoT) em diferentes setores da sociedade, principalmente com o uso remoto de dispositivos inteligentes.

Setores como indústria e saúde se beneficiarão, pois, há a expectativa de que máquinas pesadas e de precisão possam vir a ser controladas via internet, aumentando a produtividade das empresas, a segurança dos profissionais e trazendo melhores resultados.

Além disso, em conjunto com o desenvolvimento da realidade aumentada e da realidade virtual, os carros inteligentes também serão mais acessíveis e precisos, já que a rede 4G se tornou um problema para as grandes fabricantes devido à sua menor taxa de transmissão de dados.

O 5g já é uma realidade no Brasil?

Já disponível em diversos países ao redor do mundo como Coreia do Sul, Reino Unido e Estados Unidos, a conexão 5G só deve chegar ao Brasil em meados de 2021 ou no início de 2022.

Atualmente, a tecnologia presente no Brasil é chamada de 5G DSS (Dynamic Spectrum Sharing), uma versão mais econômica do 5G para as operadoras e, consequentemente, com menor taxa de transmissão de dados do que o 5G convencional.

Por conta dessa “baixa” velocidade, o potencial da conexão ainda não pode ser explorado totalmente nas questões citadas no tópico acima, já que o 5G DSS utiliza uma frequência semelhante ao atual 4G e não chega a atingir velocidades na casa dos Gbps.

Mesmo assim, podemos considerar essa tecnologia como um pontapé inicial da conexão 5G no Brasil. Entretanto, ela ainda é restrita e limitada, estando disponível apenas em algumas grandes cidades e em poucos centros urbanos do país.

Apesar do 5G ainda não estar consolidado no Brasil, o desenvolvimento de aplicativos móveis anda em crescimento constante no mercado.

Mas, por onde começar?

Acesse nosso e-book e tire suas principais dúvidas sobre como funciona o desenvolvimento de um software e aplicativo.

    Compartilhar

Inscreva-se em nossa newsletter

Posts semelhantes

Tempo de Leitura
1
min
O que aprendemos no Insurance Day?

Acelere a sua empresa com a X-Apps

Alocar profissionaisSolicitar Orçamento
A X-Apps é um provedor de TI parceiro e aconselhada pelo
Receba nossos e-mails
Siga nossas redes sociais
O seu time de TI. Desenvolvimento de software sob demanda e alocação de profissionais.
Vamos conversar?
comercial@x-apps.com.br11 5083-0122

Rua Rodrigo Vieira, 126

Jardim Vila Mariana. São Paulo, SP.

CEP: 04115-060

Mapa do site
Termos de serviçoTermos de privacidade
Available in English